<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d36419265\x26blogName\x3dArq+Moderna+2005\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://arqmoderna2005.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://arqmoderna2005.blogspot.com/\x26vt\x3d7485431128565000390', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Arq Moderna 2005
Blog da Turma 2005 de Arquitectura da Universidade Moderna de Setúbal

Exposição Habitar Portugal terça-feira, outubro 31 | By: Max |


-Habitar Portugal 2003/ 2005
3 de Outubro a 10 de Dezembro de 2006

"Habitar Portugal 2003/2005" é uma exposição itinerante, composta por 77 obras, que pretende divulgar a mais recente e melhor arquitectura portuguesa – da pequena à grande intervenção, da habitação unifamiliar ao complexo residencial colectivo, do espaço privado ao público.

A exposição contempla projectos de Siza Vieira, Souto de Moura, Gonçalo Byrne, João Mendes Ribeiro, Manuel Graça Dias, Egas José Vieira, entre outros arquitectos nacionais.

A iniciativa repete-se de três em três anos com o objectivo de demonstrar as potencialidades e a importância da arquitectura – nos contextos cultural, económico, social e funcional – aproximando-a dos cidadãos.

"Os portugueses são pouco exigentes porque habitam, às vezes, sítios que são muito bonitos, muito interessantes, muito modernos por dentro, mas depois não têm passeio, não têm relação com a estrada, não têm relação com a rua. Não têm urbanidade. Eu acho que as pessoas devem passar a ser exigentes também nesse sentido", defende o comissário da exposição, José António Bandeirinha.

Das 77 obras, 18 estiveram presentes em Setembro na 10ª Mostra Internacional de Arquitectura da Bienal de Veneza.

Inseridas na comemoração do Dia Mundial da Arquitectura, a Ordem dos Arquitectos promove também, até 4 de Novembro, várias conferências, colóquios, visitas guiadas, exposições, seminários, tertúlias e o lançamento de dois livros.

-Deixo-vos aqui uma reportagem relacionada com o tema:
Reportagem (carregar aqui)
-Aqui poderam encontrar tudo ou quase tudo sobre o tema:
Habitar Portugal (carregar aqui)

Vençer a preguiça | By: Sspencer |

Vejo que há amantes do teatro, ou não estivéssemos em Setúbal. Julgo que o Bando é um grupo com "pergaminhos".

Junto outra recomendação - o grupo Fatias de Cá (sediados em Tomar, mas com espectáculos em várias cidades)
Aconselho o espectáculo
"T de Lempicka". vejam o Site:
http://www.fatiasdeca.com/
Levem um grupo de amigos pois inclui jantar. A encenação é muito interessante, pois decorre no Convento de Tomar, com cenas simultâneas onde o publico pode deambular atrás de qualquer um dos personagens. Ninguém tem a possibilidade de ver todas as cenas, e assim o momento do jantar (intervalo) e sobremesa (final) é fundamental para cruzar notas com outros.
Já vi há algum tempo, e confesso que espero ter oportunidade de voltar. Justifica a viagem até Tomar.



Arquitectura teatral... | By: Cláudia |

O teatro português nem sempre é bem tratado e reconhecido por nós portugueses. Não sei se conhecem o grupo de teatro ' O Bando', tem a sua sede em Palmela e é lá que fazem os seus ensaios. Para quem tiver curiosidade, passe pelos barris e aprecie o espectáculo. Na maioria das vezes são eles que constroem os seus cenários, e ao ar livre!!!, com uma vista espectacular para a Serra da Arrábida. Vale a pena.

http://www.obando.pt/

[intervalo para coisas pragmáticas] segunda-feira, outubro 30 | By: patsp |

No sítio do costume já estão os 2 textos que servirão de lenha para a discussão “Arte + Corpo” do dia 7 de Novembro (3.ª feira). São eles:
4 - “Manifesto do corpo” de Miguel Vale de Almeida e
5 - “Nós, vitorianos” de Michel Foucault.
Este último ainda não apresenta, em versão pdf, um ar muito satisfatório. Estou a tratar de melhorar a qualidade das cópias digitais... tenham paciência. De qualquer modo, quem queira, pode sempre recorrer ao tradicional centro de cópias... também lá estarão disponíveis.

(para os distraídos o sítio do costume = http://www.4shared.com/dir/1149307/659c3022/UM_-_Setbal.html)

Técnico ou Artista? | By: ZReis |

Discussão hoje de manhã numa mesa do bar da universidade...

O Arquitecto é um técnico ou um artista?

O que consideras importante na tua formação como futuro Arquitecto? ... o dominio das novas tecnologias ou adquirir as bases necessarias para a evolução da criatividade?

Carrega nesse "comments" que está em baixo e deixa os teus 50 centimos...

Depois de algum tempo... | By: ZReis |

Confesso que desconhecia este fabuloso texto, tão rico em verdades, e a primeira vez que o li foi num profile de uma colega do 5º ano que estava no HI5... agora sem querer voltei a encontra-lo e não podia deixar de o partilhar convosco... considerem-no uma prenda...

Leiam, respirem fundo e comentem...


Depois de algum tempo...

Depois de algum tempo aprendes a diferença, a subtil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma. E aprendes que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começas a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas.

Acabas por aceitar as derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança. E aprendes a construir todas as tuas estradas de hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.

Depois de algum tempo aprendes que o sol queima se te expuseres a ele por muito tempo.

Aprendes que não importa o quanto tu te importas, simplesmente porque algumas pessoas não se importam... E aceitas que apesar da bondade que reside numa pessoa, ela poderá ferir-te de vez em quando e precisas perdoá-la por isso. Aprendes que falar pode aliviar dores emocionais.

Descobres que se leva anos para se construir a confiança e apenas segundos para destruí-la, e que poderás fazer coisas das quais te arrependerás para o resto da vida. Aprendes que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que tens na vida, mas quem tens na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprendes que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam, percebes que o teu melhor amigo e tu podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobres que as pessoas com quem tu mais te importas são tiradas da tua vida muito depressa, por isso devemos sempre despedir-nos das pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos.

Aprendes que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começas a aprender que não te deves comparar com os outros, mas com o melhor que podes ser.

Descobres que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que se quer ser, e que o tempo é curto. Aprendes que, ou controlas os teus actos ou eles te controlarão e que ser flexível nem sempre significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, existem sempre os dois lados. Aprendes que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer enfrentando as consequências. Aprendes que paciência requer muita prática.
Descobres que algumas vezes a pessoa que esperas que te empurre, quando cais, é uma das poucas que te ajuda a levantar. Aprendes que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que tiveste e o que aprendeste com elas do que com quantos aniversários já comemoraste. Aprendes que há mais dos teus pais em ti do que supunhas. Aprendes que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são disparates, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso. Aprendes que quando estás com raiva tens o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel.

Descobres que só porque alguém não te ama da forma que desejas, não significa que esse alguém não te ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.

Aprendes que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes tens que aprender a perdoar-te a ti mesmo. Aprendes que com a mesma severidade com que julgas, poderás ser em algum momento condenado.

Aprendes que não importa em quantos pedaços o teu coração foi partido, o mundo não pára para que tu o consertes. Aprendes que o tempo não é algo que possa voltar para trás.

Portanto, planta o teu jardim e decora a tua alma, ao invés de esperares que alguém te traga flores. E aprendes que realmente podes suportar mais... que és realmente forte, e que podes ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que tu tens valor perante a vida!

As nossas dádivas são traidoras e fazem-nos perder o bem que poderíamos conquistar, se não fosse o medo de tentar.


William Shakespeare

Concretizando... domingo, outubro 29 | By: patsp |

... o que tinha afirmado num comentário bem lá em baixo, aqui deixo o endereço onde podem encontrar os textos relativos a HTA2:
http://www.4shared.com/dir/1149307/659c3022/UM_-_Setbal.html
Já se encontra lá colocado o programa da disciplina, assim como os 3 textos de apoio às aulas de discussão e aquecimento de motores.
A palavra mágica de acesso é a do costume (!!).
Muito em breve colocarei os textos sobre o corpo. Aula que acontecerá ao inaugurarmos o mês de Novembro: dia 2.

Visita de estudo | By: patsp |

Dia 5 de Dezembro temos um encontro marcado para as 9:30h na Casa da Cerca, em Almada. O objectivo é visitar a exposição “1950-2000 Cinquenta anos de Arquitectura e Urbanismo em Portugal através da obra de Francisco Silva Dias”. Voltaremos a falar do assunto antes da dita visita.
Centro de Arte Contemporânea. Rua da Cerca 2, Almada. 21 272 49 50 +info

[nota: novo email através do qual me podem contactar ppedrosa-um[at]clix.pt]

Dobras no cartão | By: ZReis |





É tipo IKEA só que sem parafusos...

O sistema consiste apenas em cartão dobrado e é comercializado em wellpappermoebel.

2 Amores - Em cena no Teatro Villaret sábado, outubro 28 | By: ZReis |

João, um taxista de Lisboa, tinha uma vida perfeita. Era feliz no seu casamento com Maria e, ao mesmo tempo, muito feliz no seu casamento com Ana.

Tudo lhe corria bem até ao dia em que, envolvido num assalto, heroicamente salva uma velhinha e a confusão se instala. É capa de jornal, trava conhecimento com 2 inspectores de polícia e, como se não bastasse, os seus dois vizinhos de cima de cada uma das suas casas, Simão e Beto, em vez de o ajudarem, ainda complicam mais o seu triângulo amoroso aparentemente perfeito.

2 AMORES, uma comédia hilariante e com muito amor, marca o regresso da dupla José Pedro Gomes e António Feio ao palco do Teatro Villaret.


+ Informações

11º Congresso dos Arquitectos Portugueses | By: ZReis |







Almada, 23 a 25 de Novembro 2006

INSCRIÇÕES GRATUITAS ATÉ 28 DE OUTUBRO

+ Imformações

Pedro Cabrita Reis no CAM sexta-feira, outubro 27 | By: Sspencer |








Caríssimos
Junto cópia de noticia do Público que vos pode interessar:

A Fundação
Pedro Cabrita Reis realiza um trabalho de grandes dimensões no piso 0 do CAM. Até 27 de Abril de 2007, o público pode testemunhar a feitura desta obra ao vivo.
Reflectir sobre questões relativas à arquitectura, a ideias de circulação, abrigo, memória, estrutura, acessibilidade são colocadas por este "work in progress" de Cabrita Reis. Desde Julho o artista e a sua equipa estão a trabalhar no Centro de Arte Moderna, construindo "A Fundação". No dia 15 de Outubro será acrescentada a esta instalação a série de pinturas "The White Room", que será colocada no Hall.

Informações úteis | By: Sspencer |

Algumas informações, espero que úteis...
Já foi colocado no site FTP o enunciado do execicio "5 minutos de Jazz"
Sigam o link do costume e procurem a pasta respectiva.
http://www.4shared.com/dir/1068089/419bced4/Projecto_de_arquitectura_1.html
Estão lá tambem alguns textos de apoio, para alguns dos vossos temas.
habitantes do seu tempo - joao fiadeiro (tema Dança)
la imagen fabricada de la ciudad - Shinzo Uemoto (tema BD e imagem da cidade)
las meninas - michel foucault (tema Pintura)
las meninas, uma fissura no tempo - Ricardo Coelho (tema Pintura)
Outros se seguirão!

Foi adicionado igualmente um texto de apoio para o 1º exercicio "Espaço e Luz".
Titulo - "Ideia, luz e gravidade, bem temperadas" de A. Campos Baeza


Divirtam-se!

1 valor de Bónus! | By: Sspencer |

Fantástico!
O José Maria ganhou um valor de bonus!
Que outros o possam seguir.

Bem vindos ao Arq Moderna 2005 | By: ZReis |

Ora finalmente consegui dar forma á ideia do Arquitecto Spencer, e cá está o novo Blog da nossa turma (2005), ainda tenho intenções de o ir melhorando e tentar mante-lo actualizado e conto com todos os que quizerem contribuir para a qualidade deste ponto de encontro...

Sejam bem vindos...